4 de outubro de 2022

Investindo Cosciente

Dicas, novidas e notícias do mundo do investimento!

Exchange descentralizada da rede Cosmos ultrapassa US$ 1 bilhão em valor investido

2 min read

Volume de trades passou de US$ 95 milhões na corretora descentralizada enquanto token nativo atingia máxima histórica

A Osmosis, a primeira corretora descentralizada (DEX) da rede Cosmos (ATOM), ultrapassou US$ 1 bilhão em valor total bloqueado (TVL) na noite de segunda-feira (3), mostram dados de rastreadores de mercado.

O token Osmosis (OSMO) subiu 13% para US$ 7,78 nas últimas 24 horas, atingindo novas máximas e ultrapassando a alta de novembro de 2021 de US$ 6,80, conforme dados da CoinGecko. Os donos de OSMO podem fazer staking (depósito com rendimento) seus tokens para receber retornos e recompensas, além de participar da governança da plataforma para sugerir melhorias no protocolo.

A Osmosis se popularizou recentemente em meio ao ressurgimento do interesse por blockchains além do Ethereum, que é cara de usar e é lenta para processar transações. Os volumes diários médios de negociação na Osmosis aumentaram de US$ 4,1 milhões em julho de 2021 para US$ 46,6 milhões em dezembro de 2021, mostram os dados da ferramenta analítica Token Terminal.

Como a Osmosis funciona e o que impulsiona seu valor

A Osmosis usa contratos inteligentes em vez de intermediários para executar negociações entre usuários. Muito de sua proposta de valor, no entanto, decorre de seus planos futuros. A DEX pretende se expandir para outras blockchains, como o Ethereum, bem como blockchains compatíveis com o protocolo de Comunicação Inter-Blockchain (IBC).

O IBC é um protocolo que retransmite mensagens entre blockchains, permitindo que elas transfiram e compartilhem dados entre si. Ele foi inicialmente criado para conectar blockchains baseadas no Tendermint, um software que permite aos desenvolvedores replicar aplicativos em redes construídas sobre sua plataforma.

A Cosmos é a primeira rede Tendermint e uma “internet de blockchains”. Seus desenvolvedores pretendem criar um ecossistema em que os aplicativos existam em blockchains separadas, mas possam se comunicar uns com os outros. Esse arranjo ajuda blockchains e criptomoedas a se popularizarem, pois os usuários idealmente interagiriam com diversas blockchains sem ter que alterá-las manualmente ou fazer login em um aplicativo separado.

A Cosmos é a décima oitava maior blockchain por valor de mercado. A Osmosis também ajudou a iniciar o uso do IBC, com os desenvolvedores tuitando, em junho de 2021 que o protocolo havia pulado de 236 transações por dia para mais de 19.500 transações por dia logo após o lançamento. A Osmosis levantou US$ 21 milhões em uma venda de tokens em outubro de 2021 liderada pela Paradigm.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.