25 de setembro de 2022

Investindo Cosciente

Dicas, novidas e notícias do mundo do investimento!

Putin autoriza operação militar no leste da Ucrânia; petróleo brent bate US$ 100 o barril e futuros dos EUA caem forte

2 min read

Presidente russo ainda alertou outros países contra “a tentação de se intrometer nos eventos em andamento”

Vladimir Putin, presidente da Rússia, autorizou às 23h57 (hora de Brasília) desta quarta-feira (23) o início de uma “operação militar especial” na região de Donbass, no leste da Ucrânia.

Em um discurso transmitido pela televisão estatal russa pouco antes das 6h, horário local, o presidente da Rússia afirmou que não planejava ocupar o país.

“Toda a responsabilidade pelo possível derramamento de sangue estará total e completamente na consciência do regime dominante”, disse ele.

Putin ainda alertou outros países contra “a tentação de se intrometer nos eventos em andamento”.  Ele disse ainda que “os conflitos entre a Rússia e as forças ucranianas são inevitáveis, sendo apenas uma questão de tempo”, afirmando que seu país não pode tolerar o que ele chamou de “ameaças da Ucrânia” .

Os Estados Unidos reagiram, afirmando que o ataque da Rússia é injustificável.

Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA, já havia alertado que a Rússia poderia invadir a Ucrânia antes do fim da noite.

Os preços do petróleo dispararam com a notícia sendo que, às 00h41 de quinta-feira (24), tanto o brent quanto o WTI avançavam cerca de 3%. Na máxima da sessão, o contrato do brent com vencimento em abril chegou a US$ 100,07 o barril.

No mesmo horário, os índices futuros dos EUA despencavam, com o Dow Jones futuro em queda de 2,35%, a 32.290 pontos, o S&P500 futuro em baixa de 2,32%, a 4.124 pontos, e o Nasdaq futuro com queda de 2,72%, a 13.140 pontos.

Estado de emergência

Mais cedo, o Parlamento ucraniano havia aprovado a introdução de um estado de emergência nacional, exceto nas duas províncias separatistas de Lugansk e Donetsk, diante da ameaça de uma invasão russa.

A votação ocorreu horas depois que Moscou começou a esvaziar sua embaixada em Kiev e que os Estados Unidos alertaram novamente para o risco de um ataque militar da Rússia contra o território ucraniano.

Além do estado de emergência de 30 dias, a Ucrânia anunciou que haverá serviço militar obrigatório para todos os homens em idade de combate e pediu que seus cidadãos na Rússia deixem o país.

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, criticou a decisão do presidente russo, Vladimir Putin, de reconhecer duas regiões separatistas do país.

“Putin negou o direito da Ucrânia de existir”, disse Kuleba na Assembleia Geral da ONU.

(com Ansa Brasil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.